The Sorry Shop, o show

Em um espaço mínimo, algumas dezenas (centenas?) de pessoas se acotovelavam, disputavam cada centímetro, esperavam ansiosas. E tudo isso em um evento em que, no próprio nome, se priorizava o Rock. E – acredite-me – isso aconteceu em Rio Grande.

Apesar do limitado espaço, ninguém se preocupou com isso, afinal estávamos lá para o show de estreia da The Sorry Shop, projeto criado pelo multitarefa (e multitalentoso) Régis Garcia. E mesmo que o show tenha sido curto – proporcional ao espaço físico – a experiência foi pra lá de positiva.

Régis Garcia, o cara por trás da The Sorry Shop.

A The Sorry Shop se materializou através do cabeça Régis Garcia no baixo, Rafael Rechia e Kelvin Tomaz quebrando tudo nas guitarras, Eduardo Custódio na batera e Marcos Alaniz nos vocais. Além deles, Mônica Reguffe também – em uma participação pra lá de especial – soltou a voz.

O que foi visto ontem no Mr. Pub – apesar das críticas quanto ao espaço, devo dizer que há muito não via um lugar assim em Rio Grande, com uma energia assim, tomara que continue – fez jus ao que se ouviu no álbum de estreia, Bloody, Fuzzy, Cozy, lançado este ano e com ampla repercussão na internet afora.

Como disse, o show foi curto, apenas cinco músicas do CD foram tocadas, em pouco mais de meia hora. Ficou um gosto de quero mais, que deve ser saciado em breve. Veja abaixo uma amostra do que foi visto lá ontem.

SETLIST:

Gone Again
About Kings and Queens I
Sometimes I’m Down
Dressed to Fool
Walk Away (And Don’t Come Back)

Para aqueles que querem conferir o trabalho da – agora, sim – banda, vale a pena baixar o álbum e ouvi-lo, de preferência no repeat, tendendo ao infinito. (clique na imagem abaixo pra baixar)

Para aqueles que perderam a oportunidade ontem, digo que não bobeiem da próxima. Porque nem todo Winamp consegue passar o que a The Sorry Shop passou ontem. Deixo com vocês o clipe da música Sometimes I’m Down, do qual eu, orgulhosamente, fiz parte.

Crédito das fotos: Daniel Correa (Flickr)

There’s no better way to say goodbye (and I’m sorry).

Anúncios
Esse post foi publicado em Indicações, Resenhas e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para The Sorry Shop, o show

  1. Alisson Souza disse:

    Da proxima vez estarei lá. As circunstancias estavam contra mim naquela fatídica noite. Tenho o CD deles e curto bastante. \../

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s