FURG, dez anos

Quando me formei no segundo grau Ensino Médio, no longínquo ano de 2000, eu tinha poucas expectativas de um dia cursar uma faculdade. Minha realidade era outra (ui, ui, pobres pobrinhos). Porém graças à ajuda de um tio pude frequentar um “Cursinho” e, assim, tentar o temido Vestibular.

Na época, aos 18 anos, não tinha muita ideia do que fazer da vida. A primeira opção seria Jornalismo, mas a FURG não tem esse curso (até hoje me pergunto por quê, já que temos várias ferramentas aqui para isso – rádio, TV, etc.). Então, seguindo a profissão daquele tio que mencionei e de um desejo dos meus pais, optei por tentar Engenharia. Engenharia de Alimentos.

Na época havia Manual do Candidato e esta foto, de condenad, digo, de candidato.

Em fins de dezembro, recebi uma das, talvez, notícias mais felizes da minha vida: ouvi no radinho o meu nome ser falado para o curso que eu havia escolhido (uma pena que isso se perdeu, quem passou por isso por certo nunca esquecerá a tensão das listas e o alívio/comemoração da vitória). Foi pura felicidade.

 

À época, como agora, a FURG estava em greve e, por conta disso, as aulas atrasaram seu início. Começaram exatamente dias 20/05/2002. Portanto, hoje, 20/05/2012 eu completo dez anos de Universidade. Quase um Pierce Hawthorne! É claro que não fiquei estagnado – viu, Tio Kalil? – neste meio tempo eu abandonei a Engenharia de Alimentos (por pura falta de aptidão), iniciei e terminei o curso de Letras/Português (o gosto pelas leituras falou mais alto), iniciei, desisti, reiniciei o Mestrado e, ainda, num meio tempo iniciei minha segunda graduação: a de Letras/Inglês!

A única coisa não mudou é meu nome lá no registro acadêmico, já tive várias matrículas, mas não teve ano que eu não tivesse matrícula, que eu não estivesse registrado, que eu não tenha frequentado uma aula sequer.

E quer saber – talvez aquele menino de 18 anos do início da história não soubesse -, a academia é meu lugar. Um lugar em que se discute saberes, conhecimentos, mas que também há espaço para interação. A força que a Universidade exerce sobre mim é muito grande. Lembro que do pouco tempo que estive afastado (foram esporádicos, mas existiram) senti muita saudade.

Sei que minha história com a FURG está próxima de acabar. Pelo menos como estudante. Eu mesmo me cobro isso. Mas estes dez anos que se passaram, as memórias que tenho, os momentos que vivi, ah, estes ninguém tira. E pode parecer ruim que alguém fique “preso” em uma Instituição por dez anos, mas para mim é uma alegria. E ao mesmo tempo a tristeza de saber que cada dia a mais está sendo um a menos.

O sorteio da PROMOÇÃO, que seria realizado hoje, foi transferido para amanhã ao meio-dia. Então, você que participou fique ligado. Quem não participou, ainda há tempo. Basta dar RT neste tweet.

Anúncios
Esse post foi publicado em Memórias e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para FURG, dez anos

  1. felipematuto disse:

    Cara, eu tô no auge desse sentimento do membro perdido – não ter mais um número de matrícula em universidade alguma. É como se estivesse só no mundo, meio perdido sem pai nem mãe para correr quando me perguntam: “você é de onde?”. Ao mesmo tempo, não dá pra negar, é uma sensação de alivio por parar de mamar um pouco nas tetas de uma mãe que nunca se negou a dar leite, mas que também exige que um dia você os largue. E a FURG, é uma mãe, não tem como negar que tudo se consegue ali. A sensação de ouvir o nome no rádio, e naquele momento todo mundo sentado no sofá levantar com um grito é sim inesquecível…bahh de arrepiar!

  2. Paulo Olmedo disse:

    Pois é, Felipe. Esse vazio é brabo, mas ao mesmo tempo há a sensação de que tu cumpriu uma etapa. E ainda se sabe que haverão outras…

    Quando essa de ouvir o nome no rádio, só quem passou, sabe. Hoje dia com listinhas na internet a emoção se perdeu um pouco…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s