Das coisas que se encontra em livros per aí…

Quem é pobre como eu e usa bibliotecas ou compra livros em sebo já deve estar acostumado. Volta e meia, dentro do livro, vem uma surpresa, algo inesperado. Marcadores de página já são uma constante, nem vale a pena mencionar. Porém não deixa de ser curioso quando as coisas fogem do “padrão”. Dá até margem pra confabular.

A que me refiro?

Recentemente, retirei na biblioteca da FURG o livro A Teoria do Romance, do húngaro Georg Lukács. Livro denso, teoria pura, utilizado por aqueles que, como eu, pretende estudar Teoria Literária. Eis que folheando o livro, surge, do nada, um papelzinho. OK, nada de mais, deve ser uma anotação tosca, ou o número de localização do livro. Qual nada! Tratava-se, nada mais nada menos, de um Free Pass para a temporada 2009 da Diesel.

Fico pensando, o que esse pessoa fazia lendo Lukács? Que fosse pra festa, que se atirasse na cachaça! um Free Pass, minha gente! Leituras de marxistas? Bem capaz, perder tempo com essas coisas menores… 😀 Pelo estado do ticket acho que deve ter sido bem usado, felizmente, deixando para o próximo a pegar o livro o gosto – esfregado na cara – de que alguém, apesar do Lukács, tem vida social. Ou o remorso de não ter estudado Lukács antes. Mais precisamente em 2009. 😛

A segunda ocorrência não deixa de ser curiosa. Comprei no Sebo Alvorada um livro de ensaios do José Verissimo. Para quem não é íntimo do sujeito, trata-se de um filósofo/historiador/crítico brasileiro, do início do Séc. XX, um dos primeiros a escrever uma História da Literatura Brasileira. Mais uma vez uma leitura específica, dura até, coisa pra especialista. E eis que dentro do livro: um ticket do espetáculo Tangos e Tragédias!

O ingresso não foi barato – mais caro que o livro – e se fosse à época do show (janeiro/2011) eu poderia considerar que comprei um ticket que vinha um livro junto. Mas agora passado o momento, imagino um(a) senhor(a) de posses – alguém que lê José Verissimo! – bem vestido/a indo ver Hique Gomez e Nico Nicolaiésvki vir da Sbornia para alegrar a noite no tradicional Theatro de São Pedro. espero que a pessoa tenha aproveitado, por mais que estivesse com a visão prejudicada.

Mas o melhor vem agora!

Como o livro do Lukács se mostrou extremamente necessário para a minha pesquisa, resolvi catá-lo no site Estante Virtual – para quem não conhece, recomendo fortemente que clique no banner ao lado – e encomendei o livro. OK, dessa vez papel algum caiu do livro numa folheada básicada – sim, eu estava ressabiado. Mas eis que quando abro a primeira página, me deparo com o seguinte:

Seria uma mensagem cifrada? Um passaporte pra algo? Uma indicação? Alguém com um pouco de conhecimento em japonês (?) me ajude. Ou não, talvez seja melhor nem mexer com isso…

E vocês? já encontraram algo “estranho” dentro dos livros per aí?

Anúncios
Esse post foi publicado em Divagações e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Das coisas que se encontra em livros per aí…

  1. Já encontrei vários marcadores. E anotações bestas de gente que adora escrever em livro de biblioteca… isso é feio, gente. ¬¬’ Esse troço em japonês quer dizer: É UMA CILADA, BINO!

  2. Paulo Olmedo disse:

    bah, “anotações bestas de quem adora escrever em livro de biblioteca” é clássico. Portanto, sigam a dica da Tia Freak “Isso é feio!”. Coisa chata, mesmo!

    Eu tô curioso, mas acho que nem quero saber o que significa 😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s