Do por que eu gosto de Mia Couto…

Fazia tempo que eu não lia Mia Couto. Aliás, de Mia Couto eu só li alguns vários contos e o romance Venenos de Deus, Remédios do Diabo, o qual eu ostento na minha estante. Aliás da leitura desse livro nasceu um ensaio que apresentei na PUC, em 2008, quando eu ainda era gente no meio acadêmico.

O moçambicano Mia Couto, autor cuja linguagem poética é admirada por muitos, inclusive eu.

Essa semana comecei a ler Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra e lembrei por que quando ouço falar em Mia Couto boas lembranças me vêm à cabeça.

Acompanhe alguns trechos:

“A morte é como um umbigo: o quanto nela existe é a sua cicatriz, a lembrança de uma anterior existência.” (p. 15)

“Nenhum país é tão pequeno como o nosso. Nele só existem dois lugares: a cidade e a Ilha. A separá-los, apenas um rio. Aquelas águas, porém, afastam mais que sua própria distância. Entre um e outro lado reside um infinito. São duas nações mais longínquas que planetas.” (p. 18)

“A vontade é de chorar. Mas não tenho idade nem ombro onde escoar tristezas. Entro na cabina do barco e sozinho-me num canto.” (p. 18)

“Doença que lhe pegou com a idade. Começou por deixar de ver o azul. Espreitava o céu, olhava o rio. Tudo pálido. Depois foi o verde, o mato, os capins – tudo outonecido, desverdeado. Aos poucos lhe foram escapando as demais cores.” (p. 20)

“O Tio se minguou no esclarecimento. Já não era ele que falava. Uma voz infinita se esfumava em meus ouvidos: não apenas eu continuava a vida do falecido. Eu era a vida dele.” (p. 22)

E isso só no primeiro capítulo. Obviamente, quando eu terminar de ler o livro vai pintar uma resenha marota por aqui. Falando nisso, nos próximos dias irei publicar minha visão sobre Um estranho em Goa, do angolano José Eduardo Agualusa, livro que li recentemente.

Anúncios
Esse post foi publicado em Indicações, Opinião e marcado . Guardar link permanente.

5 respostas para Do por que eu gosto de Mia Couto…

  1. puxa…eu não tenho dúvida que este foi um dos livros mais marcantes que li…é de uma sensibilidade, e a cada capitulo fica melhor…abs

  2. Rody Cáceres disse:

    É, preciso começar a ler o Mia…

  3. prolmedo disse:

    Tive que dar uma parada na leitura por causa de outras prioridades, mas o Mia Couto é fantástico. Sua leitura é envolvente.

    Rodrigo, tu trabalha em livraria, então para de desculpa e vai ler Mia Couto AGORA! 😀

  4. adoro seus texto nso tenho mais nada a declara

  5. prolmedo disse:

    Opa, fico contente. Obrigado pelas leituras 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s